Fimec 14 de MARÇO DE 2024

Fimec chega ao fim e revela um Brasil protagonista do setor coureiro-calçadista no cenário mundial

Presença de visitantes e expositores internacionais marcou edição deste ano


Nos três últimos dias, a 47ª Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes) foi o palco de inovações e negócios do setor-coureiro calçadista, reunindo visitantes do mundo todo. A feira, que chegou ao fim nesta quinta-feira (14), reuniu diversas empresas e profissionais de diferentes países em busca de novidades, tecnologia e parcerias de negócios no mercado brasileiro e latino-americano. Foram cerca de 20 mil visitantes que passaram pelos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo/RS, para conferir soluções em couros e peles, produtos químicos, componentes, máquinas e tecnologia.

Durante coletiva de imprensa que ocorreu no início da tarde deste último dia, o diretor-presidente da Fenac, Márcio Jung, se juntou aos representantes do Pacto Calçadista e de algumas entidades ligadas ao cluster para fazer uma avaliação da Fimec 2024 e do setor. “Nós entregamos uma grande feira. Bem organizada e dentro da expectativa de expositores e visitantes”, pontuou. “Importante destacar que conseguimos trazer um público bastante qualificado, incluindo uma intensa visitação de estrangeiros”. Jung ainda lembrou que essa presença massiva de visitantes internacionais é fruto de um trabalho da Fenac ao longo dos últimos anos, que intensificou a presença e a visitação em feiras de países vizinhos. “Um exemplo disso é a Argentina, país com o qual conseguimos reestabelecer uma relação e o comércio bilateral”, detalhou.

Além disso, ao falar sobre a presença de empresas asiáticas como expositoras da Fimec deste ano, o diretor-presidente ressaltou que o setor coureiro-calçadista brasileiro naturalmente atrai a atenção do Oriente. “Produzimos cerca de 900 milhões de pares de calçados por ano, então o Brasil é o centro da produção calçadista na América Latina. A Fimec, enquanto uma feira internacional, é uma plataforma que permite que o mercado oriental encontre e venda para clientes internacionais latino-americanos”, definiu. Além disso, Jung destacou que os dois expositores com maior metragem deste ano foram empresas italianas. “Isso reforça o protagonismo do Brasil no setor coureiro-calçadista aos olhos do mercado mundial”, avaliou.

O discurso foi complementado por Marlos Schmidt, presidente do Conselho de Administração da Fenac. “Fora da Ásia, nós somos o principal fabricante de calçados, então é natural que os fornecedores mundiais vejam o Brasil como um dos principais polos de atuação do setor. Isso demonstra toda a força que a Fimec e o mercado brasileiro e da América Latina têm”, ponderou.

 

Pacto Calçadista busca unir e potencializar setor na região

Durante a coletiva, foi apresentado o Pacto Calçadista, um movimento oficializado em janeiro deste ano que foi criado a partir de um programa de desenvolvimento de lideranças por iniciativa do SEBRAE-RS. O projeto tem foco na união, colaboração e conexão de todos os agentes do cluster calçadista dos Vales do Sinos e Paranhana. “Precisamos unir mãos, mentes e esforços para expandir e usar todo o potencial da região para produzir mais calçados”, destacou Schmidt, que também é presidente do Pacto Calçadista. “Mais do que isso, precisamos resgatar o orgulho de ser um dos principais produtores de calçados do mundo e comunicar isso para todos”, enfatizou.

Ao encontro disso, o presidente da Abrameq (Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins) e também integrante do Pacto, André da Rocha, enfatizou que: “é preciso divulgar nossa capacidade de fazer bons produtos e atender ao mercado de maneira efetiva”. Já Carolina Strack Rostirolla, analista de articulação de projetos do SEBRAE-RS, explicou que atualmente a iniciativa é composta por um time de voluntários que atuam no setor. “Mas qualquer pessoa comprometida com o propósito do Pacto Calçadista pode participar”, incentivou. 

 

Expositores comemoram público qualificado

Neste ano, a Fimec reuniu cerca de 400 expositores, ultrapassando 10 mil m² de área de exposição. A presença de um público qualificado e tomador de decisão foi ressaltada entre as marcas participantes. A BASF, empresa com sede em São Paulo, participa da Fimec há anos e ficou satisfeita com esta edição. “Percebemos uma presença qualificada, pois visitaram nosso estande clientes que são tomadores de decisão e empresas com interesse em inovação”, conta Fernando Barbosa, vice-presidente de performance de materiais. Ele ainda explicou que a principal razão de participarem da feira é para reafirmar o compromisso da marca com a indústria de poliuretanos do mercado calçadista. “A Fimec para nós foi excelente porque a gente conseguiu apresentar o que temos em reciclagem e também em processos mais eficientes”, relatou.

Participante da Fimec desde 2019, a Dacarto, de Osasco/SP, explicou que voltou a apostar no setor coureiro-calçadista recentemente e, por isso, decidiu participar da maior feira do cluster na América Latina. O diretor comercial da marca, Paulo Reche de Souza, comparou a edição deste ano com a última. “A feira deste ano foi bem mais forte e focada. O público que visitou a Fimec realmente veio em busca de negócios, oportunidades, tecnologia e sustentabilidade, que é um dos temas que apresentamos no último ano – a linha Dgreen, com produtos produzidos com recursos de fontes renováveis”, detalhou. Diante dos resultados desta edição, a marca já planeja renovar a participação no próximo ano. “Pretendemos voltar, sim, e mais fortes ainda, com um projeto mais ousado”, antecipou.

 

Fábrica Conceito atrai olhares

A coletiva ainda foi momento para o presidente-executivo do IBTeC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos), Valdir Soldi, detacar o processo de evolução da Fábrica Conceito. O projeto apresentou a produção de calçados e bolsas dentro dos pavilhões da feira. “A produção da Fábrica Conceito é algo que evoluiu bastante e atrai os olhares dos visitantes. Esse ano tivemos a produção de bolsas pela primeira vez e a ideia é evoluir a cada ano”, contextualizou.

Soldi ainda explicou que a iniciativa contou com a participação de 90 estudantes da Escola do Calçado Senai. “É uma experiência fantástica para esses jovens, pois contribui com a formação deles”, ressaltou.  Neste ano, o setor de Mecatrônica do Senai também se envolveu no projeto para desenvolver um robô para auxiliar na Fábrica Conceito, mostrando a importância da integração entre diferentes áreas para criar inovações no setor. O presidente-executivo ainda antecipou que, em 2025, o espaço deve apresentar mais soluções com características sustentáveis.

 

A edição de 2025 – A 48ª Fimec (Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes) está confirmada para acontecer de 18 a 20 de março, das 13 às 20 horas, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo/RS.

 

Sobre a 47ª Fimec: uma realização da Fenac Experiências Conectam, que foi apresentada por Sicredi Pioneira e contou com patrocínio de Covestro, Transduarte, Ambiente Verde Indústria e Henkel. A feira ainda teve apoio da Abicalçados, Abqtic, Abrameq, ACI-NH/CB/EV/DI, Aicsul, Assintecal, CICB, IBTeC e Sebrae/RS. A Fimec 2024 aconteceu de 12 a 14 de março, na Fenac, em Novo Hamburgo/RS (Brasil). Mais informações sobre a feira através do site: www.fimec.com.br. 

 

 


COMPARTILHAR:
OUTRAS NOTÍCIAS
Loucura por Sapatos apresenta tendências e lançamentos para o inverno 2024
Primeiro dia do evento teve a participação de visitantes de todo o Rio Grande do Sul. Feira acontece até o dia 14 de abril na Fenac, em Novo Hamburgo
Fenac reúne promoções e atrações para toda a família a partir desta quinta-feira (4)
Loucura por Sapatos e Festival de Cervejas Artesanais acontecerão durante 11 dias em Novo Hamburgo
Loucura por Sapatos e Festival de Cervejas Artesanais iniciam na próxima quinta-feira (4) em Novo Hamburgo
Eventos reúnem promoções e atrações para a família toda na Fenac
Loucura por Sapatos é atração para a família toda de 4 a 14 de abril em Novo Hamburgo
Tradicional evento reúne promoções de calçados, bolsas, roupas e itens para a casa
Fimec chega ao fim e revela um Brasil protagonista do setor coureiro-calçadista no cenário mundial
Presença de visitantes e expositores internacionais marcou edição deste ano
Segundo dia de Fimec é marcado por geração de negócios e networking
Com um público altamente qualificado, feira do setor coureiro-calçadista reúne pessoas do mundo todo para aproveitar oportunidades, expandir contatos e conhecer produtos inovadores. Evento ocorre até amanhã, dia 14, na Fenac, em
NEWSLETTER

As experiências que
acontecem na Fenac, agora,
na sua caixa de e-mail.

Cadastre seu e-mail e conecte-se com a gente.